Vida Urbana

Mais de 200 espécies de plantas e flores serão expostas na Feira de Holambra

Durante o evento será realizada a ação “Janela das Flores”, com participação do público.




Feira de Holambra será realizada no Ponto de Cém Reis, em João Pessoa. Foto: Divulgação

A partir desta segunda-feira (03), terá início mais uma edição da Feira de Flores de Holambra, com mais de 200 espécies de plantas e flores ornamentais, todas vendidas a preços populares. A exposição acontecerá até o dia 20 de dezembro, no Ponto de Cem Réis (Praça Vidal de Negreiros), em João Pessoa, todos os dias, das 8h às 18h. A entrada é franca.

Durante o evento será realizada a ação “Janela das Flores”, onde qualquer pessoa poderá gravar uma mensagem no celular oferecendo uma flor para outra, tendo por moldura uma janela colorida e ornamentada. Os vídeos com as mensagens serão postados na página oficial da Feira de Flores no Instagram e Facebook.

“O objetivo é oferecer um espaço oportuno que motive o resgate de laços de amizade e afeto em algum momento rompidos ou fragilizados, como durante a bipolarização ocorrida na recente eleição presidencial, que afetou até mesmo casais e familiares”, afirma Tarcísio Almeida, um dos idealizadores da Feira.

O evento, que já faz parte do calendário cultural da cidade desde 2007, comercializa diversas espécies onde têm destaque violetas, jasmins, lírios, cravos, samambaias, cactos e tuias. Segundo os realizadores, as plantas exóticas atraem a atenção do público, a exemplo das carnívoras, orquídeas, bonsais, begônias, lisianthus e bromélias.

A Feira é fruto de uma parceria entre a Associação Beneficente Casa da União e a Cooperativa de Produtores de Holambra. Um dos objetivos do evento é arrecadar fundos para dar continuidade às ações de beneficência na comunidade de Engenho Velho, na zona rural da Capital.

Holambra

Holambra é a principal cidade produtora de flores do Brasil, responsável por 40% do comércio nacional e por 80%das exportações de flores e plantas. Localizada a 140 Km de São Paulo, teve sua origem com o processo de imigração holandesa ocorrido logo após o término da II Guerra Mundial.

Em 1957, foram introduzidos os primeiros bulbos de flores na região, dando início ao que seria o maior centro produtivo do país. Em 1981 aconteceu a I Expoflora de Holambra, que teve como objetivo divulgar o trabalho desenvolvido pelos filhos dos imigrantes.

Com o passar dos anos, a Expoflora se transformou na maior manifestação cultural da imigração holandesa na América Latina e hoje é denominada Feira das Flores de Holambra.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.