Vida Urbana

Justiça suspende liminar que determinava contratação de professores concursados em CG

A decisão é do desembargador Joás de Brito Pereira Filho.




O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) suspendeu na segunda-feira (19) a decisão que determinava que a Prefeitura Municipal de Campina Grande demitisse 172 professores prestadores de serviço e promovesse a contratação dos candidatos classificados em concurso público. A decisão do desembargador Joás de Brito Pereira Filho, presidente da corte, barra uma liminar da 2ª Vara da Fazenda Pública do Município e atende ao recurso do procurador-geral de Campina Grande, José Fernandes Mariz.

A medida foi tomada após a Defensoria Pública da Paraíba reconhecer que o município de Campina Grande nomeou todos os aprovados no concurso realizado no ano de 2014 para cargos de professores da educação básica II, infantil II e supervisor escolar.

Para o procurador geral do Município, José Fernandes Mariz, a determinação do TJPB em suspender a ação é oportuna, pois a liminar não condizia com a realidade do município, que já haveria nomeado todos os professores aprovados no concurso.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.