Vida Urbana

Jornal da Paraíba está na final do Prêmio Esso

Repórter fotográfico do Jornal da Paraíba Francisco França, está entre os dez finalistas do 57º Prêmio Esso de Jornalismo.



Francisco França
Francisco França
Fotografia é a única da região Nordeste que concorre na categoria; JP está entre os dez colocados

O olhar sensível do repórter fotográfico do Jornal da Paraíba Francisco França posicionou a fotografia que ilustrou a matéria ‘Crime Brutal em João Pessoa’, publicada no dia 24 de fevereiro, entre as dez finalistas do 57º Prêmio Esso de Jornalismo. O anúncio dos finalistas foi realizado ontem e os vencedores de cada categoria serão conhecidos no próximo dia 12.

A fotografia concorreu com outros 1.301 trabalhos inscritos e foi avaliada por 38 jurados das comissões de seleção do prêmio. O JP está entre os dez colocados da categoria fotografia, disputando com trabalhos divulgados nos jornais O Globo, Folha de São Paulo, A Crítica, O Popular, Diário Gaúcho e O Dia.

Publicada na edição do Jornal da Paraíba de 24 de fevereiro, a fotografia de Francisco França registrou o corpo de uma mulher após ser assassinada, enrolado em vários lençóis e jogada dentro de um carrinho de mão. No primeiro plano, França destacou os pés da falecida dependurados sobre o carrinho e, no segundo plano, o fotógrafo destacou o enunciado “O amor é o dom maior! Ame”, pichado no portão de ferro que estava por trás do corpo.

A fotografia é a única da região Nordeste que concorre na categoria e é motivo de orgulho para o repórter fotográfico. “É gratificante estar na final de um dos principais prêmios do Brasil.

É o reconhecimento do trabalho realizado. O que vale não é o status, é a grandiosidade do prêmio, ser reconhecido nacionalmente pelo trabalho que é feito diariamente”, comentou.

A inspiração para realizar a fotografia, de acordo com França, veio do impacto causado pela cena do crime e o enunciado pichado no portão. “Ver o que está escrito e ver o corpo da mulher causou um grande impacto, porque é uma frase de amor e o amor jamais quer morte ou destruição, o amor só quer o bem”, disse.

A fotografia finalista do Prêmio Esso já foi premiada este ano na 34ª edição do prêmio Vladimir Herzog, cujo resultado foi anunciado na semana passada.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.