Vida Urbana

João Pessoa e Campina Grande concentram 70% das denúncias de aglomeração, diz PM

Em duas semanas, a Polícia Militar da Paraíba recebeu mais de mil denúncias.




Foto: Divulgação PM

A Polícia Militar da Paraíba recebeu, entre os dias 24 de março e 7 de abril, 1.084 denúncia de aglomeração de pessoas em todo o estado. Destas denúncias, de acordo com a PM, cerca de 71% estão concentradas nas cidades de João Pessoa e Campina Grande.

Na capital João Pessoa, ao menos 632 denúncias foram registradas. A cidade registra o maior percentual de casos confirmados de coronavírus de todo o estado, e recebeu 294 denúncias da zona sul, 178 da zona norte, 89 da orla, 38 da área do Castelo Branco e 33 na região dos bairros do Cristo Redentor e Rangel.

Já em Campina Grande atendeu 140 chamados nos 14 dias considerados no monitoramento da PM. Em toda a Paraíba, foram 672 constatações de aglomeração e descumprimentos de medidas de restrição sanitária, impostas pelo Estado e Municípios para combater o avanço da pandemia.

Ao menos três pessoas já foram conduzidas para delegacias da Polícia Civil por descumprirem as determinações de quarentena. Uma dessas pessoa é o jovem de 21 anos de idade detido em Coremas, no Sertão do estado, suspeito de fazer uma festa entre familiares e amigos.

De acordo com o Código Penal do Brasil, o ato de desrespeitar uma medida imposta pelo poder público que objetiva impedir a introdução ou propagação de doenças contagiosas, pode gerar detenção de um mês a um ano, além de pagamento de multa.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.