Vida Urbana

Ibama identifica área de 416h com desmatamento e queimadas

Durante a operação, foram realizadas 31 autuações por crimes ambientais.



Divulgação: IBAMA
Divulgação: IBAMA
Fiscalização aconteceu durante o período de 9 a 21 deste mês.

Uma operação realizada por agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) na Paraíba resultou em 31 autuações por crimes de desmatamento e queimadas ilegais, na região do Sertão do estado.

A ação de fiscalização ocorreu durante o período de 9 a 21 deste mês, no entanto, a divulgação do trabalho foi realizada apenas nesta quarta-feira (25). As autuações somaram mais de R$430.900 em multas em questão dos crimes ambientais encontrados.

Uma área com 416 hectares embargada por desmatamento e queimadas ilegais foi localizada durante a operação, incluindo, mais 28 metros cúbicos de madeira serrada e 30 estéreos de lenha apreendida. Outras 22 áreas também foram identificadas por queimadas. Os responsáveis pelos crimes contra o meio ambiente foram todos autuados.

De acordo com o chefe da divisão técnico-ambiental do IBAMA , Geandro Guerreiro, a operação teve o objetivo de coibir o desmatamento no bioma caatinga na região do Sertão. “Monitoramos com imagens de satélite a região e identificamos os alvos com precisão, o que nos possibilitou uma fiscalização eficiente capaz de impedir o avanço do desmatamento e dissuadir novas frentes. O embargo dessas áreas propicia a cessação dos danos ambientais e a regeneração natural florestal”, revelou.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.