Vida Urbana

Hospital Universitário de JP bloqueia UTI Neonatal após bebês internados testarem positivo para Covid-19

HULW informou que dois bebês morreram, e outros dois seguem em tratamento.




Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

O Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW), em João Pessoa, bloqueou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal da unidade nesta quinta-feira (30), após bebês recém-nascidos que estavam internados no local testarem positivo para Covid-19. Além da UTI, o HULW também suspendeu o atendimento de novas gestantes na unidade.

De acordo com o hospital, três recém-nascidos que estavam internados na UTI Neonatal, e um que estava internado na Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal (Ucin), apresentaram sintomas de infecção pelo novo coronavírus e foram testados. Os quatro apresentaram diagnóstico positivo para a doença.

Ainda segundo o HULW, dois dos recém-nascidos que estavam na UTI Neonatal com Covid-19 morreram esta semana, e outros dois bebês que também testaram positivo para a doença seguem em tratamento na unidade. Do seis leitos da UTI Neonatal da unidade, quatro estão ocupados.

A Superintendência do HULW informou que a Secretaria de Estado da Saúde (SES), bem como a Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa, foram comunicadas sobre a suspensão nos atendimentos em decorrência do risco de contágio pelo novo coronavírus na unidade.

Para identificar um possível foco de contágio pela Covid-19, o HULW vai testar mães e bebês que se encontravam nos setores onde positivados para a doença estavam. Funcionários da Ucin e da UTI Neonatal também serão testados, fazendo uso do teste RT-PCR.

Gestantes usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS) não procurem o Lauro Wanderley enquanto o atendimento permanecer suspenso.  O hospital orienta que essas pacientes procurem outras maternidades públicas da capital, que continuam aptas ao atendimento.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.