Vida Urbana

Hospital infantil no Centro de João Pessoa é interditado pelo CRM por falta de médicos

Segundo médico fiscal do CRM, liberação só pode acontecer quando forem comprovadas regularizações na escala médica.




O Hospital Infantil Rodrigues de Aguiar, no Centro de João Pessoa, sofreu uma interdição ética por parte da equipe do Departamento de Fiscalização do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), nesta sexta-feira (31). Com isso, o hospital não poderá receber novos pacientes a partir da meia-noite deste sábado (1º), conforme o médico fiscal e conselheiro do CRM-PB, Eurípedes Mendonça.

Ainda de acordo com ele, o motivo da interdição foi a falta de médico na unidade hospitalar. O problema foi denunciado por familiares de pacientes que estavam internos. “Apenas as crianças que já estão internadas continuarão recebendo acompanhamento médico”, afirmou Mendonça.

A liberação, segundo o médico fiscal, poderá acontecer quando forem comprovadas as regularizações da escala médica.

Em resposta, o responsável pelo setor administrativo do Hospital Rodrigues de Aguiar, Cival Francelino, informou que dois médicos estavam de plantão no momento da fiscalização e que já enviou toda a documentação necessária, solicitando a desinterdição. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.