Vida Urbana

Hospital de Trauma lança projeto para prestar assistências a suicidas

Hospital atendeu 121 pacientes que tentaram suicídio este ano.



Alberi Pontes
Alberi Pontes

De janeiro a outubro deste ano, 121 pacientes deram entrada no Hospital Estadual de Emergência e Trauma de João Pessoa depois de tentarem cometer suicídio. Diante deste quadro, o setor de psicologia da unidade lançou o projeto “Resinificando a vida”, que tem como objetivo dar continuidade aos atendimentos do acompanhamento destes casos, que chegam a uma média de 12 atendimentos mensais. 

Segundo a coordenadora da equipe, Anne Michelle Paiva, a iniciativa surgiu frente a grande demanda e a proposta de ajudar os pacientes após terem recebido alta da unidade hospitalar. “Percebemos a necessidade de fazer um ambulatório no Htop (Hospital de Traumatologia e Ortopedia da Paraíba), no qual os pacientes que derem entrada vítimas de tentativa de suicídio serão atendidos pela equipe de Psicologia, tendo direito a cinco sessões de psicoterapia”, ressaltou.

As consultas são agendadas de acordo com a disponibilidade dos pacientes. “No Htop, estão sendo realizados, em média, cinco atendimentos por pessoa. Nossa proposta é que o paciente possa resinificar esse momento e analisar bem as questões subjetivas, que o levaram à tentativa de suicídio, fortalecendo-o. Assim, poderemos fazer um encaminhamento mais consistente e consciente”, destacou Anne Michelle.

A psicóloga diarista da unidade de retaguarda, Maria Alice de Lima, chamou atenção para a importância de oferecer esse tipo de assistência às vítimas. “As tentativas de suicídio ocorrem, geralmente, quando as pessoas chegam ao seu limite, ao fundo do poço. Por isso, precisamos fazer um acompanhamento que vá além da alta, dando continuidade ao tratamento, não apenas com medicamentos”, enfatizou.

A coordenadora da psicologia do complexo hospitalar pontuou que "os índice desses casos são altos, este ano foram aproximadamente três por semana, então detectamos essa necessidade e tivemos a iniciativa".


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.