Vida Urbana

Homem que fingia ser agente penitenciário é morto a tiros

Homem a pé se aproximou da vítima e atirou na cabeça. Ele morreu no local.




Um homem de 32 anos foi morto a tiros na casa da namorada na noite da quinta-feira (22), na cidade de Soledade, no Agreste paraibano. Segundo a Polícia Militar, um homem que estava a pé se aproximou da residência e atirou contra a a cabeça da vítima, que não resistiu ao ferimento e morreu no local.

Ainda segundo a polícia, o homem morava no bairro da Liberdade, em Campina Grande, mas sempre viajava para Soledade para visitar a namorada. A PM ainda disse que recebeu uma informação de que a vítima era agente de ressocialização, porém logo depois foi repassado que o homem apenas fingia atuar na profissão.

A Polícia Militar informou que fez buscas na região, mas até as 7h desta sexta-feira (23) nenhum suspeito de ser autor dos disparos foi preso. O caso vai ser investigado pelo delegado Gilson de Jesus Teles.
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.