Vida Urbana

Hemocentro de CG registra redução crítica em estoque de sangue e pede por doações

Doadores devem agendar horário de antedimento, para evitar aglomerações de pessoas.




doação de sangue

doação de sangue

O Hemocentro Regional de Campina Grande publicou nesta quinta-feira (6) um pedido para que a população volte a doar sangue. O órgão tem registrado uma redução acentuada na quantidade de doadores, desde o início da pandemia da Covid-19.

De acordo com a coordenação do Hemocentro, a média diária de doações antes da pandemia era 120 pessoas, mas agora, no máximo 70 doações são registradas por dia.

O estoque de alguns tipos sanguíneos, como os de RH Negativo, está em situação crítica, mas neste momento de pandemia, quando a quantidade de pacientes que necessitam de transfusão sanguínea pode aumentar, todos os tipos são necessários.

De acordo com o Ministério da Saúde, os critérios para doação de sangue são:

  • Estar alimentado;
  • Evite alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação de sangue;
  • Caso seja após o almoço, aguardar 2 horas;
  • Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;
  • Pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já o tiverem feito antes dos 60 anos;
  • A frequência máxima é de quatro doações de sangue anuais para o homem e de três doações de sangue anuais para as mulher.
  • O intervalo mínimo entre uma doação de sangue e outra é de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres;

Pessoas que tenham qualquer sintoma gripal não podem comparecer ao Hemocentro para doar sangue, para prevenir possíveis contágios pelo novo coronavírus.

Os interessados devem agendar a doação através do WhatsApp, por meio do número (83)33445475, ou por meio de um formulário eletrônico, disponível no site do Hemocentro da Paraíba.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.