Vida Urbana

Guarda municipal é preso suspeito de agredir esposa em João Pessoa

Além de agredir a mulher, ele teria feito disparos para cima. Homem ainda resistiu à prisão.




Um guarda municipal de 34 anos, que trabalha em João Pessoa, foi preso na madrugada desta terça-feira (13) suspeito de agredir a esposa e dar tiros na rua em que mora no bairro de Mangabeira VIII, na Zona Sul da capital. De acordo com informações da Polícia Militar, o suspeito ainda resistiu à prisão durante a abordagem da polícia.

Segundo a PM, vizinhos da família acionaram a polícia após ouvir disparos de arma de fogo. Policiais foram até o local e ouviram gritos de socorro da esposa do suspeito, conforme explicou o sargento Rério. “Após ouvirmos os gritos de socorro, notamos uma voz feminina gritando ‘atire em mim’. Fomos até a casa e encontramos a esposa dele com os filhos no terraço da casa. Ele estava muito agitado e disse que não precisava de polícia”, disse.

Após render e prender o guarda municipal, a polícia encontrou uma arma de fogo e uma arma de choque elétrico, ambas de uso profissional do suspeito, dentro da casa do suspeito. Ele foi encaminhado para Central de Polícia, no bairro do Geisel, em João Pessoa.

Na delegacia, o guarda municipal prestou depoimento e seguia preso até o início da manhã desta terça-feira na carceragem da Central. Uma audiência de custódia deve ser realizada ainda nesta terça para definir para onde o suspeito deve seguir.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.