Vida Urbana

Grupo que ameaçava queimar casa com coquetel molotov é preso

Intenção do grupo era assustar os moradores para usar locais como pontos de venda de drogas.



Walter Paparazzo/G1
Walter Paparazzo/G1
Antes da prisão um carro da polícia foi atacado e houve uma troca de tiros

Quatro homens foram presos com dez coqueteis molotov na madrugada desta segunda-feira (9) no bairro Colinas do Sul, em João Pessoa. A polícia também apreendeu com o grupo duas espingardas calibre doze, dois revólveres e munições. Segundo a Polícia Militar, as rondas começaram após denúncias de que homens estariam aterrorizando moradores da Comunidade Chikungunya e ameaçando atear fogo nas casas.

De acordo com informações de alguns moradores da comunidade, a intenção do grupo era assustar os moradores para usar áreas do local como pontos de venda de drogas.
 
Conforme uma testemunha também houve ameaças de morte. "Eles diziam que iam tocar fogo, não queriam saber se tinha criança, se tinha mulher gestante, se tinha gente de bem, eles disseram que iam matar todos. Eles querem tirar a gente de lá pra botar boca de fumo", disse.
 
Segundo informações da Polícia Militar, antes da prisão dos quatro homens um carro da polícia foi atacado quando fazia rondas pela comunidade e houve uma troca de tiros. A polícia continuou a fazer rondas na área e prendeu os quatro homens.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.