Vida Urbana

Grupo arromba escola pública em Campina e faz arrastão

O furto só foi percebido quando os funcionários chegaram para tralhar, durante a manhã. 




Grades arrancas, postas arrombadas, salas reviradas e vários objetos espalhados pelos corredores. Foi assim que os funcionários da escola estadual Antônio Oliveira, no bairro do Santa Rosa, em Campina Grande, encontraram a instituição na manhã desta quarta-feira (21). A escola foi arrombada durante a madrugada e os suspeitos levaram cerca de R$ 30 mil em aparelhos eletrônicos e até gás de cozinha. 

Segundo a Polícia Militar, os invasores tentaram arrombar uma das janelas da escola, mas como não conseguiram entraram por um buraco feito no telhado. As grades e portas que protegiam as salas foram arrebentadas com barras de ferro. O furto só foi percebido quando os funcionários chegaram para trabalhar, durante a manhã. 
 
A diretora da escola, Simone Cantalice, disse que está é a segunda vez que a instituição foi arrombada nos últimos trinta dias. Ela explica que o prédio não é cercada por muros, o que deixa o local mais exposto. “Infelizmente aconteceu mais uma vez e dessa vez não sabemos exatamente o total de prejuízo, pois ainda não averiguamos tudo. Levaram tudo que tinha de valor, até os materiais da cantina”, disse ela. 
 
A escola possui sistema de monitoramento de câmeras de segurança e, apesar de terem danificado, os bandidos não levaram o equipamento que capta as imagens. Na manhã desta quarta-feira (21) a Polícia Civil esteve no local fazendo uma perícia e vai resgatar as imagens das câmeras para tentar identificar os acusados. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.