Vida Urbana

Fiscalização descobre furto de energia de R$ 50 mil em quatro cidades do estado

De acordo com a Energisa, residências privadas, depósito de bebidas e centro médico roubavam energia.




Energia elétrica, lâmpada, luz, furto de energia

Energia elétrica, lâmpada, luz

Uma fiscalização da Energisa descobriu furto de energia em propriedades de grande e médio porte nas cidades de Boqueirão, Pedras de Fogo, Pombal e São Bentinho. De acordo com a empresa, a ação, que foi realizada no início deste mês, descobriu furtos que provocaram prejuízos de cerca de R$ 50 mil.

Na área rural de Boqueirão foram inspecionadas 25 propriedades. Dessas inspeções foram localizadas duas unidades com desvio, sendo uma residência e um sistema de irrigação clandestino. O morador da propriedade foi conduzido à delegacia e o proprietário intimado pela polícia. Ficou constatado que essas duas UCs são suspeitas de desviar cerca de 31 MWh, o que representa um prejuízo de R$ 18 mil reais.

Na cidade de Pombal foram identificadas quatro unidades furtando energia. Entre elas uma indústria, um centro médico e duas residências de alto padrão. Já em São Bentinho, um depósito de bebidas cometia o delito. E, na zona rural de Pedras de Fogo, o proprietário de uma fazenda desviava energia para alimentar um transformador de 112,5 KVA e uma bomba de 100 CV.

Segundo Fabrício Sampaio, gerente do Departamento de Combate a Perdas da Energisa na Paraíba, os desvios praticados somente por estas unidades consumidoras correspondem ao consumo mensal de 2.690 residências com consumo médio de 120 kWh. “A estimativa é que, somente nas apreensões deste mês, tenham sido desviados cerca de 322 MWh, o que representa uma perda de R$ 50 mil na arrecadação de ICMS”, revela Fabrício.

Punição

 

Os autores desses crimes podem pegar até oito anos de prisão, conforme o Artigo 155 do Código Penal. De acordo com a Energisa, o desvio de energia acaba sendo pago por todos os clientes, uma vez que parte do valor é acrescido à tarifa.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.