Vida Urbana

Funcionário de escola acusado de matar pai de aluno se entrega

Suspeito estava foragido desde o dia do crime, ele foi encaminhado para o presídio do Serrotão em Campina Grande.




O suspeito de matar o pai de um aluno da Escola Municipal Francisca Leite Vitorino, em Boa Vista, no Cariri paraibano, se entregou ao juiz plantonista do Fórum Afonso Campos, em Campina Grande, na tarde da última segunda-feira. Jorge Miguel Santos, de 24 anos, estava sendo procurado pela Polícia Civil desde a última quarta-feira quando o crime ocorreu. Já existia um mandado de prisão expedido contra o funcionário da escola a pedido da Polícia Civil de Campina Grande.

De acordo com a Polícia Civil, Jorge Miguel foi encaminhado para o Presídio do Serrotão, mas deverá ser levado nos próximos dias para a delegacia de Boa Vista, onde ele vai ser ouvido e um novo inquérito policial será aberto. Após esse procedimento, ele deverá ser encaminhado para a cadeia pública da cidade.

Conforme o delegado Henry Fábio, responsável pelo inquérito, Jorge teve o mandado de prisão expedido um dia após o crime ter ocorrido. “No dia seguinte ao crime eu pedi e o juiz da 1ª Vara da Justiça Criminal, Marcial Henrique Ferraz, expediu o mandado de prisão contra ele”, contou Henry.

Ainda de acordo com o delegado, o acusado ainda não foi ouvido pela polícia, mas hoje o depoimento deverá ser colhido. “Não cheguei a ter contato com ele, mas devo ir ao presídio para ouvir o depoimento dele sobre o caso”, revelou Henry Fábio.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.