Vida Urbana

Farmácia é interditada por vender remédio 'anti coronavírus' em João Pessoa

Interdição foi feita pelo Ministério Público e a proprietária do estabelecimento foi presa




Imagem: Divulgação MP Procon

 

Uma farmácia de manipulação, localizada no bairro de Manaíra, em João Pessoa, foi interditada pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público da Paraíba (MP Procon-PB) na tarde desta segunda-feira (9), pela venda irregular de um medicamento contra o novo coronavírus. A fiscalização do MP Procon contou com a participação da Polícia Civil, Vigilância Sanitária, Secretaria da Fazenda. 

De acordo com o promotor Francisco Bergson Formiga, responsável pela operação, o Ministério Público da Paraíba tomou conhecimento da venda irregular do complexo vitamínico através de uma postagem publicitária do produto nos perfis da farmácia em redes sociais. No local, os órgãos envolvidos na fiscalização constataram os crimes de propaganda enganosa, vendas de medicamentos vencidos e ausência de licença para funcionamento junto aos órgãos competentes. A proprietária do local foi detida e encaminhada à Central de Polícia de João Pessoa.

Até o momento não existem vacinas nem medicamentos específicos contra a Covid-19, e tanto a Organização Mundial da Saúde (OMS). quanto o Ministério da Saúde, reforçam que a melhor forma de prevenir o coronavírus é através da alimentação saudável e de procedimentos de higiene pessoal, como lavar as mãos com água e álcool em gel, e colocar o braço na altura do cotovelo ao tossir. 

A reportagem tentou falar com a Genuspharma, mas as ligações não foram atendidas.

Imagem: Reprodução Instagram

Coronavírus na Paraíba

De acordo com informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES), dois novos casos foram notificados como suspeito de coronavírus neste domingo (8), na Paraíba. Um dos pacientes é um homem de 37 anos, que deu entrada na UPA Alto Branco, em Campina Grande, com sintomas da doença, após retornar de viagem à Europa.O segundo é um menino de 6 anos, de João Pessoa, que esteve em Orlando, nos Estados Unidos. A informação foi repassada pelo secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros.

Com estes dois novos casos, sobe para oito o número de casos que já foram notificados por suspeitas de coronavírus na Paraíba. Desse total, ao menos cinco já foram descartados após a realização de exames. O sexto caso, uma mulher de 26 anos, de João Pessoa. Ela foi incluída na lista na última sexta-feira (6) após retornar de viagem à França apresentando sintomas da doença.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.