Vida Urbana

Exército monta estrutura para agilizar atendimento de pacientes em UPA de Campina Grande

Tendas foram instaladas na área externa da unidade, para que mais pessoas com sintomas de Covid-19 possam ser antedidas.




Foto: Secom/PMCG

O 31º Batalhão de Infantaria Motorizado instalou nesta quinta-feira (21) uma estrutura de tendas para auxiliar na logística de atendimento a pacientes com suspeitas de Covid-19 na UPA do Alto Branco, em Campina Grande. A unidade hospitalar é referência para atendimento inicial de pessoas infectadas pelo novo coronavírus na cidade.

Conforme a prefeitura municipal, o objetivo da instalação das tendas na área externa da UPA é melhorar a assistência das pessoas que chegam à unidade apresentando sintomas gripais. A Secretaria de Saúde de Campina Grande também tem o intuito de implantar um modelo mais ágil no atendimento e encaminhamento dos pacientes, para evitar aglomerações no local.

Ainda segundo a prefeitura, além de prever um atendimento mais ágil aos pacientes da UPA,coma instalação das tendas na área externa, o protocolo também determina a prescrição de um coquetel de medicamentos à pessoas com sintomas iniciais de Covid-19. Entre os medicamentos está a hidroxicloroquina, alvo de críticas pela comunidade científica e não recomendada à utilização na fase inicial da Covid-19 pela SES. 

Na última semana, a UPA do Alto Branco registrou aglomeração de pessoas na parte externa, e precisou passar por desinfecção para prevenir possíveis contágios pelo novo coronavírus. Segundo a Secretaria de Saúde da cidade, o atendimento semanal da UPA passou de 400 para 900 após o início da pandemia.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.