Vida Urbana

Exército e Dnit assinam termo para retomada de obras de triplicação na BR-230

A entrega da ordem de serviço está prevista para a próxima semana, segundo o Dnit.




As obras de triplicação da BR-230, em Cabedelo, na região metropolitana de João Pessoa, serão retomadas através de uma parceria firmada entre o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e o Exército Brasileiro. As duas entidades assinaram, nesta quarta-feira (29), o Termo de Execução Descentralizada (TED) para retorno dos serviços no local.

A entrega da ordem de serviço ao Exército para início efetivo dos trabalhos está prevista para a próxima semana. Segundo a assessoria do Dnit, o evento contará com a presença dos membros da bancada paraibana, que articulou a parceria para retomada do projeto.

A execução da obra, inicialmente do km 2 ao km 10 da BR 230, ficará sob supervisão e gestão militar do 1º Grupamento de Engenharia (Cmdo 1º Gpt E) do Exército Brasileiro, localizado em João Pessoa, e a responsabilidade principal pela execução dos serviços a cargo do 1º Batalhão de Engenharia de Construção (1º BEC), situado em Caicó, no Rio Grande do Norte. Ao DNIT caberá a devida fiscalização técnica da obra e gestão conjunta do TED.

A entrega por completo do empreendimento, com a conclusão da terceira faixa de rolamento nas pistas principais, pistas marginais, quatro viadutos, retornos e passarelas, trará, além de benefícios de mobilidade entre as cidades de João Pessoa e Cabedelo, conforto e segurança para condutores e pedestres.

 

Obras paradas

 

A obra de triplicação da BR-230 está parada desde dezembro do ano passado. No início deste mês de abril, o Ministério Público Federal (MPF) solicitou providências ao Dnit, em especial para que resolvessem a sinalização precária, que estariam colocando em risco a vida das pessoas que precisam usar a rodovia.

Para o início dos trabalhos, o órgão terá R$ 50 milhões. O dinheiro é fruto de R$ 15 milhões oriundos de emendas de bancada, acertadas pela bancada federal paraibana, e mais R$ 35 milhões do orçamento do Dnit. Os recursos foram definidos em reunião da bancada paraibana com representantes do Dnit, em fevereiro, em Brasília. A entrada do Exército será para concluir, de forma emergencial, os trechos já iniciados.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.