Vida Urbana

Estudantes cobram do prefeito de Sousa transporte até a universidade

Manifestação aconteceu na tarde da terça-feira (21) no Centro de Sousa. Universitários reivindicam transporte até Cajazeiras que teria sido suspenso depois das eleições.




Da Redação
Com informações de George Wagner

Universitários foram às ruas de Sousa na tarde da terça-feira (21) para cobrar do prefeito Salomão Gadelha (PMDB) a liberação de combustível para os ônibus que transportam estudantes do município até Cajazeiras, com destino à Universidade Federal de Campina Grande.

Os estudantes interditaram as avenidas Odon Bezerra e Getúlio Vargas utilizando três ônibus atravessados no meio das ruas e interrompendo o tráfego de veículos com destino ao terminal rodoviário e ao centro comercial.

O estudante Thomas Marques disse que depois do resultado das eleições a prefeitura de Sousa deixou de liberar o óleo para que os ônibus realizassem o transporte dos estudantes. "O prefeito está desrespeitando uma lei que foi aprovada na Câmara Municipal que disponibiliza cerca de R$ 200 mil para o abastecimento dos veículos que circulam de Sousa a Cajazeiras", afirmou o universitário.

A Polícia Militar esteve presente no local para evitar maiores conflitos. A manifestação durou várias horas e os universitários usaram carros de som para cobrar a presença do prefeito na cidade para resolver a pendência.

Os estudantes denunciam que o óleo foi suspenso logo depois das eleições. Eles reclamaram que estariam tendo que se submeter ao pagamento de táxis e a pegar caronas para chegar até a universidade na vizinha cidade de Cajazeiras.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.