Vida Urbana

Estado inicia reforma do acesso da imprensa e delegações ao Amigão

Outro projeto está previsto para a reforma do estádio Almeidão, em João Pessoa.




Da Redação
Com Secom-PB

As obras de recuperação do acesso ao Estádio Ernani Sátiro (o Amigão,) em Campina Grande, foram iniciadas e o trabalho deve durar entre 90 e 120 dias, quando serão feitos o piso do estacionamento, os muros laterais e as guaritas, onde ficarão pessoas para atender os visitantes que só terão acesso ao local com credenciais. O trabalho está sendo executado pela empresa Empresa Nacional de Engenharia Ltda. (ENE), que ganhou a licitação de acordo com o processo de número 2389/2009.

Nesta quarta-feira (15), foi assinada a ordem de serviço da obra, quando o secretário da Juventude, Esporte e Lazer da Paraíba, Cristiano Zenaide, com o superintendente da Suplan, Gilson Frade, o prefeito em exercício, José Luiz Júnior, e a secretária de Interiorização da Ação do Governo, Ana Cláudia Nóbrega, estiveram no canteiro de obras para acompanhar os trabalhos. O diretor do Amigão, Custódio Miranda (Totó), também acompanhou a visita.

Segundo Cristiano Zenaide, serão investidos R$ 600 mil, numa área de 4.500 m², sendo cerca de 2.000m² de calçada e o restante de paisagismo. Quando ficar pronto, o novo estacionamento para a imprensa e delegações vai abrigar 42 veículos. “A reforma do acesso ao Amigão vinha sendo cobrada há vários anos e agora o Governo do Estado conseguiu atender ao pedido dos desportistas, já anunciando também que outras melhorias virão em breve para o estádio”, disse Gilson Frade, da Suplan.

Entorno

Além desta reforma, o secretário Cristiano Zenaide anunciou que já está praticamente pronto o projeto de reforma de todo o acesso no entorno do Amigão, que hoje abriga um público médio de 25 mil pessoas nos grandes clássicos. A obra de reforma do entorno do Amigão deve custar cerca de R$ 5 milhões.

Reforma geral

Além do início do trabalho de reforma do acesso da imprensa ao Amigão, a maior notícia dada nesta quarta-feira (15) pelo superintendente da Suplan, Gilson Frade, foi a de que todo o prédio do estádio será recuperado, interna e externamente. A ideia é transformar o local numa espécie de shopping esportivo, com a realização de eventos regulares de todas as modalidades.

A obra deve custar entre R$ 250 e R$ 300 milhões e já há investidores interessados no assunto. A verba será conseguida a juro mínimo de 3% e todo o trabalho deve ficar pronto até 2013, segundo orientação da FIFA, já que tudo faz parte também do projeto de realização da Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

Além do Amigão, também o estádio Almeidão, em João Pessoa, será reformado com a mesma estrutura, onde haverá pequenos campos de futebol, quadras e ginásios de esportes. Um grande projeto neste sentido já está sendo elaborado e deve ser apresentado em breve, em forma de maquete, para a imprensa.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.