Vida Urbana

Esquema de segurança do Enem na PB vai contar com 1.500 policiais e 320 viaturas

Provas acontecem nos dias 5 e 12 de novembro; efetivo policial teve aumento em relação a 2016.



Divulgação
Divulgação
Na Paraíba, 51 municípios vão receber os exames, com 413 locais de provas

A Polícia Militar da Paraíba vai utilizar 1.500 policiais e 320 viaturas no esquema montado para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, que acontecem nos dias 5 e 12 de novembro. De acordo com a PM, a corporação vai atuar na escolta dos cadernos e folhas de respostas, na segurança dos 413 locais de provas do estado e na volta dos gabaritos dos candidatos.

Neste ano, o efetivo da PM teve um acréscimo de 100 policiais em relação ao ano anterior, quando foram empregados 1.400 policiais e 300 viaturas. O plano de segurança foi definido após uma série de reuniões, com encontros realizados nos Estados do Ceará, São Paulo e Brasília, todos com o objetivo de discutir detalhes sobre a segurança do Enem.

O coordenador adjunto de planejamento da Polícia Militar, capitão Onierbeth Elias de Oliveira, explicou que o reforço acontece por causa do aumento do período da operação, uma vez que as provas passaram a ser realizadas em dois domingos — nos anos anteriores, elas aconteciam em dois dias seguidos.

“A operação este ano terá 11 dias, começando na próxima sexta-feira e se estendendo até o dia 13. Então tivemos essa demanda de colocar um reforço maior, mesmo com a diminuição em mais de 30 mil no número de candidatos inscritos, quando comparado com o ano anterior”, destacou.

Na Paraíba, 51 municípios vão receber os exames, mesmo número do ano passado, mas a quantidade de locais de provas caiu de 474 em 2016 para 413 este ano.

Monitoramento em tempo real

Durante a realização dos exames na Paraíba, toda operação será coordenada por três Centros de Comando e Controle. Eles foram instalados em João Pessoa, no Quartel do Comando Geral; em Campina Grande, na sede do Comando do Policiamento Regional I; e em Patos, no Comando do Policiamento Regional II.

Segundo a polícia, nestes locais, haverá profissionais de todos os órgãos envolvidos na aplicação das provas, a exemplo de oficiais da PM, policiais federais, representantes dos correios e da coordenação do Enem na Paraíba, entre outros. Ainda de acordo com a PM, estes espaços vão acompanhar em tempo real toda a execução da operação.

A operação vai contar com vários processos de policiamento e reforço de todas as unidades operacionais, a exemplo do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb) e Batalhões das áreas.

A PM ressaltou que o efetivo empregado na operação Enem 2017 não prejudicará o policiamento normal, que também será reforçando com a presença da Força Regional e Rotam apoiando as viaturas das áreas. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.