Vida Urbana

Emissão de RG é normalizada na Paraíba

Casas da Cidadania de todo o Estado já garantiram normalidade na confecção das carteiras de identidade. Casa da Moeda nega atraso.




Já está normalizada, deste quinta-feira, a emissão de carteiras de identidade ou RG (de Registro Geral), na Paraíba. As Casas da Cidadania de todo o Estado tiveram que limitar o número desde o dia 11 de maio, conforme mostrou um documento apresentado pela coordenadora do Instituto de Polícia Científica (IPC) na Casa da Cidadania de Mangabeira, Ana Angélica Souza.

Segundo ela, a quantidade de emissões teve que ser reduzida a 20 diárias devido à falta de cédulas para a impressão do documento. Angélica explicou que, em um dia normal no órgão, eram feitas 100 carteiras por dia. “Nós dividimos a quantidade para dez em atendimento normal e dez preferenciais por dia. No entanto, sempre abrimos exceções para casos de urgência”, disse.

A doméstica Maria Rosemira da Silva foi uma das prejudicadas pela redução na emissão. Ela relatou que foi à Casa da Cidadania três vezes e não conseguiu atendimento. “A casa abre às 8h e eu cheguei era 6h e não tinha mais ficha. Ainda tinha gente reclamando que chegou de 5h e não tinha mais nada”, contou.

Ela disse que veio de Timbaúba para a capital há um ano e que está precisando do documento para que o seu patrão possa assinar a Carteira de Trabalho. “Assim fica ruim né? Tanto pra mim quanto para as outras pessoas que chegaram lá cedo”, reclamou.

As funcionárias da Casa da Cidadania de Mangabeira, no entanto, garantiram que não houve tumulto no local. “Ninguém deixou de ser atendido aqui. Tivemos mesmo uma dificuldade, mas isso não impediu o atendimento. O que acontece é que muita gente tem dificuldade de trazer a documentação e fica chateado”, explicou uma funcionária.

Para fazer a carteira, é necessário levar certidão de nascimento ou casamento original (caso tenha se divorciado é preciso que se anexe a averbação), duas fotos 3×4 e o boletim de ocorrência em caso de segunda via.

“Fizemos esse racionamento para evitar que houvesse a falta.

Com esse problema, fizemos uma aquisição de um volume grande de cédulas à Casa da Moeda. Compramos 250 mil espelhos de cédulas de identidade e eles já adiantaram 50 mil e, por isso, já regularizamos o atendimento”, garantiu o diretor-geral do Instituto de Polícia Científica, Humberto Pontes.

Por meio de sua assessoria, a Casa da Moeda afirmou que se está havendo algum atraso com a emissão das carteiras de identidade não é de responsabilidade do órgão, e sim da entidade regional, no caso, a Casa da Cidadania.

A assessoria de imprensa ainda explicou que em momento algum a Casa da Moeda atrasou a entrega das cédulas de identidade, uma vez que no contrato está previsto para que essa entrega aconteça apenas no mês de agosto. Como a Casa da Cidadania estava com déficit de cédulas, houve um adiantamento de 50 mil identidades.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.