Vida Urbana

Duas unidades de saúde são interditadas em João Pessoa por falta de médicos

A interdição do CRM-PB terá início a zero hora desta sexta-feira (23)




Uma das unidades interditadas, a USF do Cidade Verde estava com pacientes em espera, nesta quinta (22). Foto: Ascom/CRM-PB

Duas Unidades de Saúde da Família (USF), no Bairro das Indústrias, em João Pessoa, foram interditadas eticamente pelo Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB). A interdição da USF Bairro das Indústrias II (Cidade Verde II) e USF Bairro das Indústrias III (Cidade Verde III) ocorreu na manhã desta quinta-feira (22), após uma inspeção constatar que as duas unidades estão funcionando sem médicos. A interdição terá início a zero hora desta sexta-feira (23) e impede que os médicos residentes trabalhem no local.

Segundo o CRM, as unidades contavam apenas com médicos residentes e equipe de enfermagem, o que coloca em risco o atendimento à população. Ainda segundo o CRM, para os médicos residentes atuarem é preciso que haja um médico preceptor, que é o profissional responsável por conduzir e supervisionar o trabalho dos residentes em uma unidade de saúde.

“Os postos de saúde estavam sem médicos escalados para trabalhar. Os médicos residentes não podem atuar sem um preceptor, pois ele é o responsável pelo paciente. O preceptor é quem oferece orientação para que o residente recém-graduado aprimore seus conhecimentos, em situações reais”, destacou o diretor do Departamento de Fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de João Pessoa admitiu que as Unidades de Saúde da Família (USF), mas esclareceu que está em processo para contratação de um nota médico preceptor para acompanhar o trabalho dos residentes. “O programa de residência médica da SMS de João Pessoa está entre os mais conceituados do país, sendo reconhecido nacionalmente entre as instituições de ensino e oferecendo atendimento de qualidade à população”, destacou.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.