Vida Urbana

Detento acusado de estuprar crianças é morto em penitenciária

Crime aconteceu na manhã desta quinta-feira (7) durante o banho de sol dos apenados.



Rafaela Gomes/TV Paraíba
Rafaela Gomes/TV Paraíba
Penitenciária Padrão Romero Nóbrega, em Patos, foi palco de um assassinado seguido de uma simulação de rebelião

 

Uma rebelião aconteceu na manhã desta quinta-feira (7) na penitenciária Padrão Romero Nóbrega, na cidade de Patos, no Sertão do estado. Segundo as primeiras informações, os presos teriam praticado a ação como pretexto para encobrir o assassinato a um presidiário acusado de estuprar duas crianças – de 3 e 6 anos – que deu entrada na última quarta (6) no local.

“Os presos não demonstraram insatisfação com a chegada do detento. Só eles se articularam e hoje montaram esse esquema para assassiná-lo”, explicou o gerente do sistema penitenciário da Paraíba, Major Sérgio Fonseca. Ele, no entanto, não soube informar quais objetos teriam sido utilizados como armas no homicídio do acusado de estupro.

Durante a rebelião, os detentos ainda colocaram fogo em colchões, que só foi controlado com a chegada do Corpo dos Bombeiros. O tumulto acabou por volta das 10h e o corpo do detento assassinado foi levado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Patos.

A redação do JORNAL DA PARAÍBA entrou em contato com a direção mas não obteve informações porque até às 10h30 de hoje estava sendo feita a contagem dos presos e a verificação das celas.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.