Vida Urbana

‘Crime passional’, diz delegado sobre mulher morta a facadas

Crime aconteceu no bairro de Manaíra, na quinta (26).



Reprodução/TV Cabo Branco
Reprodução/TV Cabo Branco

Foi preso no final da manhã desta sexta-feira (27), no município de Bayeux, na Grande João Pessoa, o homem suspeito de matar uma mulher de 27 anos a facadas no bairro de Manaíra na noite da quinta-feira (26). Segundo a polícia, ele era companheiro da mulher e morava com ela a cerca de seis meses na rua onde aconteceu o crime. Conforme informações repassadas para a PM, o homem era violento desde o começo do relacionamento e o casal brigava constantemente.

A moça estava sem documentos no momento do crime e não havia sido identificada até a manhã desta sexta (27). Nesta tarde, ela teve a identidade divulgada: trata-se de Sabrina Cirino Rodrigues Gouveia, maquiadora, de 27 anos. Já o homem suspeito do homicídio é Ronaldo Silva dos Santos.

Ronaldo foi preso na casa da mãe, no município de Bayeux. Com ele, foram apreendidos a arma do crime, uma faca e as roupas que estavam sendo usadas no momento em que atacou Sabrina.

Para o delegado Pedro Ivo, da Delegacia de Homicídios de João Pessoa, diante das informações obtidas e pelas características do crime, trata-se de um crime passional. "Ele confessa o crime. Inclusive, há imagens de prédios que mostram o delito. Nesse momento, estou apenas com informações preliminares, que foram trazidas pela PM", afirmou o delegado.

Sobre a arma do crime e o decorrer das investigações, Pedro Ivo deu algus detalhes. "Vamos ver se o sangue [presente na faca] bate com o da vítima, além de analisar as imagens dos circuitos de câmeras, para abastecer o inquérito com o maior número de provas possível", adiantou.

O homem está preso neste momento na Delegacia de Homicídios, na Central de Polícia, no bairro do Geisel, na capital. 

Relembre o caso

Uma mulher foi assassinada com golpes de faca na avenida Maria Rosa, no bairro de Manaíra, Zona Leste de João Pessoa, na noite da quinta-feira (26). O crime aconteceu por volta das 23h. A mulher chegou a ser socorrida mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. Para a polícia, que recebeu algumas informações, o possível assassino seria o próprio marido da mulher.

De acordo com informações do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, a mulher apresentou dois ferimentos por golpes de faca. Ela foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (samu), mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.