Vida Urbana

Covid-19: Agentes penitenciários do Presídio do Serrotão, em CG, testam positivo, afirma direção

Direção do presídio informou que os agentes foram afastados. Vigilância em Saúde do município foi notificada de um caso;




Imagem: Arquivo

Pelo menos quatro agentes penitenciários da Complexo Penitenciário do Serrotão, em Campina Grande, testaram positivo para Covid-19, de acordo com a direção da unidade. Além dos quatro agentes diagnosticados com a doença, outros cinco funcionários também estariam com suspeitas de infecção pelo novo coronavírus.

As informações sobre os casos de infecções no Serrotão foram confirmadas pelo diretor da unidade prisional, Delmiro Nóbrega. Segundo ele, os quatro agentes diagnosticados com Covid-19 foram afastados das funções, e seguem em quarentena, se recuperando da doença em suas casas.

A Vigilância em Saúde de Campina Grande, informou ao JORNAL DA PARAÍBA que nem todos os casos citados pela direção do Serrotão testaram positivo para Covid-19. De acordo com Miguel Dantas, diretor da pasta, todos os comunicantes de casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus são investigados e testados, até que haja comprovação ou descarte das suspeitas.

Ainda conforme Miguel Dantas, cada unidade prisional, por meio de sua equipe de saúde, segue este protocolo de testagem e é responsável pelo acompanhamento dos casos e posterior notificação à Secretaria Municipal de Saúde, para que assim o Estado tome conhecimento. Caso algum caso suspeito seja constatado nestes espaços, o sintomático é isolado e mantido estável até que seja realizado o teste.

O presídio do Serrotão é a segunda unidade penitenciária da Paraíba a registrar casos de infecção pelo novo coronavírus. Em Patos, no Sertão do estado, o presídio Romero Nóbrega registrou os primeiros três casos de Covid-19 no último dia 25 de abril, sendo dois deles em detentos e um em um policial penal residente em Pernambuco. No último domingo (10), mais doze apenados tiveram confirmação para Covid-19, e foram transferidos na segunda (11) para o hospital de campanha instalado na Penitenciária de Segurança Média Juiz Hitler Cantalice, em João Pessoa. 

No início da pandemia de Covid-19, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Administração Penitenciária (Seap) adotou diversas medidas de prevenção à possíveis contágios pelo novo coronavírus em unidades prisionais. Entre as medidas estabelecidas está a existência de uma sala exclusiva para isolamento de detentos que apresentem quaisquer sintomas de Covid-19 nas penitenciárias, e a higienização dos locais e distribuição de produtos de proteção individual, como máscaras.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.