Vida Urbana

Dia dos Namorados: Comércio da PB prevê crescimento de 3% nas vendas; saiba perfil do consumidor

Cerca de 82% dos brasileiros comemoram a data. Pesquisa mostra perfil do consumidor.




Foto: Arquivo.

A cinco dias do Dia dos Namorados, que acontece em 12, o comércio paraibano já se prepara para a data. De acordo com o presidente da Fecomércio Paraiba, Marconi Medeiros, apesar das dificuldades do mercado após a paralisação dos caminhoneiros, a expectativa de crescimento é de 3% se comparar com a época em 2017.

“Mesmo com essa dificuldade para o recebimento e organização dos estoques [devido à greve dos caminhoneiros], o comércio tem se desdobrado e reinventado para atender as necessidades do consumidor”, diz o presidente.

Perfil do consumidor

Segundo pesquisa que um site de códigos e descontos realizou com mais de 6 mil consumidores, 82% dos brasileiros celebram o dia dos namorados. Entre homens e mulheres, o presente menos desejado é o urso de pelúcia. O objeto é rejeitado por 37% das mulheres e 31% dos homens, durante o Dia dos Namorados.

Os dados nacionais também se encontram com os desejos de consumo dos paraibanos. Entre jóias, perfumes e vestuário, o presente mais desejado é um jantar em algum restaurante, que lidera o ranking da Picodi com 23% dos presentes mais populares no país.

Jovens compram mais nesta data

De acordo com o presidente da Fecomércio-PB, a faixa-etária dos consumidores nesta época, é de 18 a 26 anos. “Entre essas idades são as pessoas que mais compram. Porém, todos ainda presenteiam neste dia, principalmente as pessoas casadas”, afirma Marconi Medeiros.

Ainda de acordo com a pesquisa da Picodi, homens gastam com presentes, cerca de R$ 80 a mais do que as mulheres. “Em quase todos os países pesquisados, homens tentam impressionar as mulheres gastando mais”, diz a pesquisa. O famoso buquê de rosas ficou classificado como o 5º presente mais popular no Dia dos Namorados, perdendo para jantar em restaurante, perfumes, chocolate e cinema.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.