Vida Urbana

Cerca de 360 cartões do 'Passe Legal' são bloqueados em janeiro de 2020 em João Pessoa

Dados da Sintur-JP indicam redução no número de passes bloqueados, em comparação às quantidades observadas em 2019.




Cerca de 360 cartões do ‘Passe Legal’ são bloqueados em janeiro de 2020, em João Pessoa / Foto: Arquivo

Cerca de 361 cartões do “Passe Legal” foram bloqueados pelo Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa (Sintur-JP), em janeiro de 2020, em João Pessoa. De acordo com o sindicato, foram analisados mais de 915 mil acessos irregulares nos ônibus, e destes, 1.368 passaram por auditoria desde o início deste ano.

Comparado ao mês de dezembro de 2019, quando 1.758 pessoas tiveram cartões bloqueados, janeiro apresentou uma redução. Entre os 361 usuários que tiveram cartões bloqueados em janeiro, 318 foram de estudantes e 43 de passageiros que não pagam passagem e possuem direito à gratuidade. 

A análise dos acessos irregulares nos coletivos está sendo realizada pelo Sintur desde o início de 2019, quando o sistema de biometria facial no transporte público de João Pessoa. Além de proporcionar agilidade no embarque dos usuários, a biometria facial também confere segurança às empresas na verificação do acesso dos clientes que possuem benefício na passagem.

Os passageiros que tiveram o Passe Legal bloqueado precisam comparecer à sede do sindicato para que a situação seja regularizada, conforme orientação da Sintur-JP. O usuário precisa, ainda, refazer o cadastro e pagar R$ 16 para tirar o novo cartão, após ser notificado pelo Sintur-JP.

Em casos de reincidência, o usuário fica bloqueado por 30 dias e, se voltar a reincidir, por mais 180 dias. A Sintur-JP fica localizada na rua Treze de Maio, no Centro de João Pessoa.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.