Vida Urbana

Cerca de 100 famílias ocupam terreno da Cehap em João Pessoa

Ocupação aconteceu no sábado (13) no terreno localizado na frente do novo Fórum do Ministério Público, em Mangabeira. Área é da Cehap, mas é de domínio da Prefeitura.



Walter Paparazzo
Walter Paparazzo
Famílias durante ocupação em terreno da Cehap

Da Redação

Durante o fim de semana cerca de 100 famílias ocuparam um terreno da Companhia Estadual de Habitação da Paraíba (Cehap), localizado em frente ao novo Fórum do Ministério Público, em Mangabeira. De acordo com os ocupantes a área de 725m x 105 m estava sendo usada para a prática da especulação imobiliária (compra ou aquisição do bem com o objetivo de vendê-lo posteriormente por um preço mais alto).

Upirakpan Santos, membro da Confederação Nacional das Associações de Moradores (Conam), explicou ao Paraíba1 que estava realizando um levantamento das áreas públicas, em João Pessoa, destinada para a moradia quando descobriu este terreno da Cehap. “Quando descobrimos isto resolvemos ocupar com as pessoas cadastradas no Movimento Pela Moradia (MPM)”, disse.

Ele disse também que nas últimas 72 horas cerca de cinco pessoas já foram até o local alegando a posse do terreno. “É uma área nobre da região e por isso estão aparecendo muitos grileiros (pessoas que apresentam falsos títulos de propriedade). Como eles vão garantir a posse do terreno?”, explicou.

O terreno já estava cercado e o muro era usado para promover propagandas de empresas particulares. O objetivo das famílias, é segundo Upirakpan, conseguir a legalização do terreno e que seja feito um termo de concessão de uso.

Cehap

Socorro Gadelha, presidente da Cehap, disse ao Paraíba1 que tem conhecimento da ocupação e que o terreno na Cehap com domínio da Prefeitura de João Pessoa destinado para equipamentos comunitários (escola, creche).

“Temos que retirar as famílias porque a área não é para habitação de interesse social, mas para equipamentos comunitários”, explicou. Ela disse também que não tem data definida para se reunir com os representantes do movimento.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.