Vida Urbana

Candidatos devem providenciar os documentos para inscrição no PSS

Candidato só tem a inscrição no PSS aprovada com RG e CPF.




Os estudantes interessados em concorrer a uma das vagas na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) devem ficar atentos à documentação exigida para participar do Processo Seletivo Seriado (PSS). Isso porque, há menos de 20 dias para o início das inscrições, é comum encontrar estudantes que não possuem os documentos exigidos para validação da inscrição. “A única condição para se inscrever é informar os números de Registro Geral (RG) e Cadastro de Pessoa Física (CPF). Quem não tiver os números fica impossibilitado de ter a inscrição aprovada”, comentou João Lins, presidente da Comissão Permanente do Concurso Vestibular (Coperve).

Para tirar a primeira via do RG, o estudante deve procurar uma das sedes da Casa da Cidadania. Esse tipo de documento tem expedição limitada, através de distribuição de fichas, por isso é importante ficar atento para não chegar tarde e perder o horário.

“As fichas começam a ser distribuídas às 9h, mas meia hora depois todas as fichas da manhã já foram preenchidas”, comentou Paulo Coelho, supervisor da Casa da Cidadania do Shopping Tambiá. No total são 50 fichas diárias, 30 no período da manhã e 20 à tarde. É necessário apresentar a certidão de nascimento, duas fotos 3×4 e pagar uma taxa de R$ 9,97 para expedir o documento. O número da identidade sai na hora, mas deve ser solicitado pelo estudante.

A primeira via do CPF é gratuita, quando solicitada na Casa da Cidadania. Para tirar o documento, o estudante só precisa apresentar a certidão de nascimento original. Quem desejar fazer o documento na sede do Tambiá deve ficar atento, pois o setor responsável pela expedição do CPF está em funcionamento apenas no período da manhã, das 9h às 14h. Nas outras Casas da Cidadania a expedição pode ser feita nos dois turnos, das 9h às 17h. O CPF também pode ser retirado nas agências do Banco do Brasil e Correios.

As inscrições este ano serão feitas exclusivamente para o conjunto das três séries, ao contrário do que acontecia nos anos anteriores, quando o calendário mudava de acordo com a prova que o candidato fosse realizar (PSS1, PSS2, PSS3 ou o conjunto das três séries). “A UFPB está aderindo aos poucos ao Sisu (Sistema de Seleção Unificada), por isso não estamos mais fazendo as provas separadas”, explicou João Lins, presidente da Coperve. (Especial para o JP)


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.