Vida Urbana

Campina Grande apresenta redução de 77% no número de feridos por queimaduras no São João

Levantamento aponta que apenas cinco pessoas deram entrada no local, enquanto em 2019, 22 vítimas de queimadura foram atendidas.




Foto: Arquivo

O Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, de Campina Grande, registrou uma queda de 77,2% na quantidade de vítimas de queimaduras, durante os dias 23 e 24 de junho, véspera e dia de São João. Segundo o balanço divulgado  pela unidade nesta quinta-feira (25), apenas cinco pessoas foram atendidas após sofrerem queimaduras em fogueiras ou por fogos de artifício, sendo duas crianças, dois adolescentes e um adulto. Este ano, o Governo do Estado e a prefeitura de Campina Grande proibiram a realização de fogueiras devido a pandemia de Covid-19.

Em 2019, segundo o Trauma, 76 pessoas deram entrada no hospital vítimas de queimadura, sendo 22 somente no feriado de São João. A quantidade total de atendimentos feitos no mesmo período também apresentou uma redução em comparação ao ano passado, correspondente a cerca de 22%, saindo de 507 para 395.

Em 2020, conforme o levantamento, foram 63 vítimas de queda, 43 vítimas de acidentes de moto e os demais vítimas de acidentes de automóvel (cinco) e de bicicleta (seis), atropelamento (dois), agressão física (quatro), vítimas de arma branca (quatro) e projéteis de arma de fogo (quatro). Os outros atendimentos médicos foram feitos nas alas de clínica médica e pediatria.

Em João Pessoa

O Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa Senador Humberto Lucena, também registrou uma redução na quantidade de atendimentos realizados durante o feriado de São João, em comparação ao mesmo período do ano passado. O número de vítimas de queimaduras se igualou ao constatado em Campina Grande (cinco), enquanto em 2019, pelo menos 18 pessoas deram entrada no local.

Fiscalização

A realização de fogueiras durante o período junino está proibida em toda a Paraíba, por conta da pandemia de Covid-19, conforme a lei n° 11.711. Na terça-feira (23), véspera de São João, uma fiscalização feita por policiais do Batalhão Ambiental, juntamente com equipes da Sudema e dos Bombeiros, apagou 34 fogueiras e aplicou 3 multas em Campina Grande e João Pessoa. Materiais usados para fazer fogueiras também foram apreendidos em outros 67 pontos do Estado.

A multa para quem descumprir a determinação contra o acendimento de fogueiras pode chegar a R$ 500. As denúncias podem ser feitas pelo número 190, e além da punição com multa, as equipes de fiscalização contam com logística para apagar imediatamente a fogueira que esteja acesa em local proibido pela lei.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.