Vida Urbana

Campeã em 2019, João Pessoa recebe apenas 1/3 das chuvas previstas para janeiro

Na capital, o estimado pela Aesa era de 80,1 mm, porém, até agora, foram registrados apenas 25,1 mm.




João Pessoa foi a cidade da Paraíba em que mais choveu no ano passado (Foto: Walter Paparazzo)

Apesar das fortes chuvas que caíram em várias cidades da Paraíba, João Pessoa está no sentido contrário no começo de 2020. Na capital, o estimado pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) era de 80,1 milímetros para janeiro, porém foram registrados apenas 25,1 milímetros, o que corresponde a pouco mais de um terço do que era esperado para o mês.

No acumulado completo do ano passado, João Pessoa foi a cidade que registrou o maior volume de chuvas no ano. Ao todo, foram 2.117,9mm, somente na estação de monitoramento DFAARA.

Até o momento, as cidades que mais registraram chuvas na Paraíba foram: Cajazeiras (277,5 mm), Mãe D’Água (230,2 mm), Juru (217,8 mm), Santo André (211,7 mm) e Cajazeirinhas (195,1 mm).

Segundo a meteorologista da Aesa, Marle Bandeira, o motivo da escassez na Capital é a nova localização do sistema que estava atuando na ocorrência de chuvas. Ela destaca que por causa disso, cidades do Cariri, Sertão e Alto Sertão da Paraíba foram as que receberam mais chuvas nestes primeiros dias do ano.

“Só para se ter uma ideia, em Cajazeiras já choveu mais que o dobro do esperado, o que é excelente. Mas, exatamente por conta da localização do sistema que estava atuando na ocorrência das chuvas, é que as cidades destas regiões foram mais favorecidas. João Pessoa, como está em outra região totalmente diferente geograficamente, teve apenas um terço do que era esperado para o mês”, disse Bandeira, em entrevista  à rádio CBN João Pessoa.

Marle ainda afirmou que a formação de nuvens contribui para o aumento da temperatura neste período. Segundo ela, mesmo que ocorram chuvas, a sensação de frescor será apenas no determinado momento, logo depois retornando o calor, pois o verão é a estação que está sendo vivenciada.

Sobre o retorno das chuvas de maneira mais intensa em João Pessoa, a meteorologista frisou que o período mais chuvoso no Litoral é entre os meses de abril a julho, com o início das chuvas ocorrendo já no mês de março. Porém, Marle não descarta a perspectiva de que fevereiro possa começar com algumas chuvas isoladas.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.