Vida Urbana

Campanha de incentivo à adoção aumenta 13% interesse por crianças mais velhas

Casais passaram a preferência de bebês de zero a dois anos para crianças de até 10 anos.




Resultados da campanha deste ano ultrapassaram todas as expectativas

Resultados da campanha deste ano ultrapassaram todas as expectativas

A campanha de incentivo à adoção contribuiu para o aumento de 13% na mudança dos perfis dos pretendentes, que passaram a incluir crianças de zero a 10 anos nos requisitos. A informação é do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), que liderou a iniciativa, com o apoio da Rede Paraíba de Comunicação.

A ação foi encerrada na quarta-feira (20), com uma comemoração no Popótomus, em João Pessoa. A festa contou com a apresentação da cantora Mariah Yohana, finalista do The Voice Kids 2018.

>>> ‘Apadrinhamento é uma forma de doar amor’: conheça uma experiência
>>> Entenda como funciona o apadrinhamento afetivo: veja as regras

“Estamos muito felizes com o resultado e esperamos que esse número continue crescendo, pois manteremos o incentivo às visitas às casas de acolhimento e encontros como o dessa noite”, afirmou o juiz Adhailton Lacet Porto, titular da 1ª Vara da Infância e da Juventude da Capital.

O juiz acrescentou que os resultados da campanha deste ano ultrapassaram todas as expectativas e aproveitou para agradecer a parceria da Rede Paraíba. “Sem dúvida, tivemos uma maior amplitude este ano e as pessoas estão passando a enxergar com bons olhos essa possibilidade de buscar crianças maiores, conhecida como ‘adoção tardia’, inclusive no interior do Estado”, disse.

>>> Como adotar uma criança? Entenda o passo a passo do processo

O presidente do TJPB, desembargador Joás de Brito Pereira Filho, também reconheceu o trabalho do grupo de mídia ao trazer o tema para os telespectadores, ouvintes e leitores. “Agradecemos o apoio da Rede Paraíba de Comunicação, que divulgou a campanha nas suas TVs, rádios, portais e mídias sociais, uma importante contribuição para a mudança de cultura em relação ao tema em nosso país”, afirmou.

>>> Mães que adotam também têm direito a licença maternidade
>>> Licença maternidade permite que mães adotivas criem laços com filhos: conheça a experiência de quem acessou


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.