Vida Urbana

Campanha de incentivo à amamentação é inaugurada nesta sexta

Evento, que será aberto na manhã desta sexta (1º), no Hotel Tambaú, quer incentivar mães à doação e vai homenagear empresas que claboram para a coleta de leite, como a São Braz.



G1
G1
Leite materno protege contra doenças e infecções.

Karoline Zilah
Com a TV Cabo Branco e a Secom-PB

Tem início nesta sexta-feira (1º) a XVII Semana Mundial de Aleitamento Materno, que acontece até o dia 7 de agosto. A Paraíba também participa da campanha, que tem como objetivo disseminar informações sobre o aleitamento materno e criar condições para apoiar as mães lactantes.

Em João Pessoa, o evento será lançado na manhã desta sexta, na pérgula do Hotel Tambaú, mobilizando a Secretaria de Estado da Saúde, serviços que trabalham com mães e bebês e empresas dos segmentos industrial, hospitalar e educacional. Na ocasião, o secretário de Saúde, Geraldo Almeida, vai destacar as empresas que apóiam o aleitamento materno e colaboram com o Banco de Leite Humano Anita Cabral, localizado em um prédio por trás da maternidade Frei Damião, na Capital.

A empresa São Braz, por exemplo, colabora doando vidros para a coleta e armazenando o leite materno para o banco. Para receber a homenagem, a empresa será representada no evento pelo seu diretor superintendente, Leonel Freire.

Também será oferecido um café a manhã às mães doadoras de leite humano. "São mães que geraram vidas em seu útero e que continuam gerando vida através de leite humano, um dos grandes milagres da natureza", comenta Eliane de Sousa Gadelha Almeida, que responde pela Gerência Operacional de Alimentação e Nutrição da Secretaria de Estado da Saúde.

Banco de Leite Humano Anita Cabral

Partindo do conceito de que as crianças que mamam no peito são mais saudáveis, o Banco de Leite recebe doações e oferece apoio gratuito às mães que precisam de leite materno para alimentar seus bebês. O centro também tem a tarefa especial de conscientizar as mulheres e a sociedade de que a amamentação é um processo natural e que ajuda bebês a crescerem com mais saúde.

Por mês, são coletados 120 litros de leite no Banco Anita Cabral. Esta quantidade abastece 17 hospitais e maternidades públicas e privadas, dando prioridade às UTIs neonatais e berçários de cuidados especiais, onde os bebês têm leite garantido até os 28 dias de vida. Até gêmeos e trigêmeos têm acesso ao leite materno gratuito.

A doação é feita por meio de visitas da equipe do banco de leite, que todos os dias visita os leitos das mães que tiveram bebê recentemente. Assim, é feita a coleta daquelas que têm leite suficiente para doar e o estímulo às mães que ainda não têm leite. Segundo dados do Banco de Leite Anita Cabral, de janeiro a julho dete ano já foram beneficiadas 700 crianças, com uma média de mil bebês atendidos por ano.

Amamentar é um ato natural e protege o bebê

Amamentar constitui a melhor forma de alimentar, proteger e amar o bebê. O leite humano se diferencia do leite em pó por conter todas as proteínas, açúcar, gordura, vitaminas e água que a criança necessita, repassando ainda anticorpos e glóbulos brancos, que o pó não consegue incorporar. Desta forma, o leite materno protege o bebê de doenças e infecções.

O leite materno é completo. Isso significa que até os seis meses o bebê não precisa de nenhum outro alimento (chá, suco, água ou outro leite). Depois dos seis meses, a amamentação deverá ser complementada com outros alimentos. A mãe pode continuar amamentando até dois anos ou mais.

"O leite materno funciona como uma verdadeira vacina, protegendo a criança de muitas doenças. Além disso, é limpo, está sempre pronto e quentinho. Isso sem falar que a amamentação favorece um contato mais íntimo entre a mãe e o bebê", explica Eliane Gadelha.

A amamentação também traz muitos benefícios para a mãe que reduz o peso mais rapidamente após o parto; ajuda o útero a recuperar seu tamanho normal, diminuindo os riscos de hemorragia e de anemia após o parto, de diabetes e de câncer de mama; e se a amamentação for exclusiva, pode ser um método natural para evitar uma nova gravidez.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.