Vida Urbana

Cajazeiras flexibiliza funcionamento de comércio não essencial

Cidade tem 226 casos confirmados de Covid-19, segundo a Secretaria de Estado da Saúde.




Foto: José Cavalcante/TV Paraíba

A prefeitura de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, publicou nesta segunda-feira (15) um novo decreto que flexibiliza as medidas de prevenção ao novo coronavírus no município. Segundo a prefeitura, os estabelecimentos considerados não essenciais poderão voltar a funcionar após a adoção das novas regras. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), Cajazeiras tinha até o domingo (14) 226 casos de Covid-19.

Seguindo os protocolos específicos de cada setor, e respeitando a obrigatoriedade do uso de máscaras e álcool em gel, as seguintes atividades poderão voltar ao funcionamento:

  • Estabelecimentos considerados não essenciais poderão funcionar por meio de aplicativos, delivery, retirada no local e presencialmente entre as 7h e as 13h, respeitando o distanciamento mínimo de 2 metros entre funcionários e clientes;
  • Missas e cultos podem voltar no sistema drive-in, com pessoas dentro dos veículos, ou presencial com 30% da capacidade das igrejas nas quartas e sextas-feiras e nos domingos;
  • Salões de beleza e barbearias, atendendo exclusivamente por agendamento prévio e sem aglomeração de pessoas;
  • Hotéis, pousadas e similares;
  • Estabelecimentos que trabalham com locação de veículos;
  • Treinamento de atletas profissionais, respeitando as normas de distanciamento.

O transporte coletivo municipal, ônibus, vans, táxis, veículos por aplicativo, mototáxi e transporte alternativo, também foram liberados, seguindo as regras sanitárias publicadas no decreto. As feiras livres pode reabrir, das 7h às 13h, e a feira de cereais e hortifrutigranjeiros podem funcionar nas quartas e sábados, mantendo uma distância de dois metros entre cada barraca e seguindo outras regras sanitárias.

Estúdios de atividades físicas e pilates, além dos esportes sem contato físico, como natação, também poderão funcionar, seguindo normas de prevenção e contingenciamento de público.

No entanto, outros estabelecimentos não poderão abrir. São eles:

  • Bares e restaurantes;
  • Museus, teatro, casas de festas e outros espaços de lazer fechados;
  • Casas noturnas e similares;
  • Instalações de acolhimento de crianças (creches, pré-escola);
  • Esportes de contato;
  • Instituições de ensino superior;
  • Jogos, torneios e campeonatos;
  • Eventos de massa, como congressos e festas juninas.

As aulas e os serviços de administração pública também ficam suspensos, bem como o acendimento de fogueiras e uso de fogos de artifício durante as festas juninas. Em caso de descumprindo, uma multa de R$ 500 pode ser aplicada, e revertida em ações contra o novo coronavírus.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.