Vida Urbana

Covid-19: barreiras sanitárias são instaladas para reduzir mobilidade na Paraíba

Transporte intermunicipal, balsa de Lucena e a construção também estão suspensos.




Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

Entrou em vigor nesta quarta-feira (20) o novo decreto estadual que estabelece medidas mais duras para reduzir o trânsito de pessoas na Paraíba, como medida de enfrentamento à disseminação do novo coronavírus (Covid-19). Além de barreiras sanitárias nas entradas das principais cidades, estão interrompidas as atividades do transporte intermunicipal, a travessia de balsa no trecho Cabedelo/Costinha, no Litoral Norte da Paraíba.

Todos os terminais rodoviários pertencentes ao estado ficarão fechados até o dia 31 de maio, assim como ficou definido no novo decreto do governador João Azevêdo (Cidadania) no último sábado (16). O mesmo vai acontecer com a travessia da balsa de Cabedelo, que está com as viagens suspensas.

Para isso serão instaladas barreiras sanitárias nas rodovias PB-008 e PB-018 (Conde), PB-025 (Lucena), PB-034 (Alhandra/Caaporã), PB-044 (Caaporã/Pitimbu) e no terminal hidroviário de Cabedelo. O acesso a esses municípios ficará restrito aos moradores e às pessoas que trabalhem nas atividades consideradas essenciais, ou para tratamento de saúde, devidamente comprovados.

 

Construção Civil

 

Além das medidas para reduzir a mobilidade no estado, o decreto estadual também prevê a suspensão das atividades da construção civil – com exceção das obras relacionadas às necessidades da pandemia da Covid-19 e emergenciais – na Região da Grande João Pessoa, abrangendo os municípios de João Pessoa, Bayeux, Cabedelo, Conde, Santa Rita, Alhandra, Caaporã e Pitimbu, bem como em Campina Grande, Queimadas, Lagoa Seca e Puxinanã.

devido à autonomia concedida pelo Supremo Trubunal Federal (STF) para definir as medidas de enfrentamento a Covid, algumas prefeituras, como Cabedelo e Campina Grande, editaram decretos próprios liberando a continuidade das atividades da construção civil na cidade, em confronto com o decreto do governador João Azevêdo.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.