Vida Urbana

Ataque em festival de música mata 50 e fere mais de 200 em Las Vegas

Atirador agiu sozinho e foi morto pelos policiais.



Reprodução
Reprodução

Pelo menos 50 pessoas que assistiam a um festival de música country foram mortas e cerca de 200 ficaram feridas em um ataque a tiros registrado na noite deste domingo (1º), horário local, (madrugada de segunda-feira pelo horário de Brasília) em Las Vegas, nos Estados Unidos, informaram as autoridades locais.

O chefe da Polícia Metropolitana de Las Vegas, Joe Lombardo, informou, em entrevista, o número de vítimas. Ele disse que o suposto autor do tiroteio foi morto posteriormente pela polícia em um hotel próximo ao local do show.

O ataque ocorreu no encerramento do festival country Route 91 Harvest, que acontecia ao ar livre perto do Hotel Mandalay Bay, na zona sul da famosa avenida que concentra os principais hotéis e cassinos de Las Vegas.

Segundo Lombardo, o suspeito agiu sozinho e fez o ataque a partir do 32º andar do hotel, onde foi encontrado e abatido pelos agentes. Sobre a identidade do suspeito, Lombardo disse que se trata de Stephen Paddock, de 64 anos, um morador local.

Pouco após os disparos, a polícia determinou o fechamento de uma ampla seção do sul do Boulevard Las Vegas, via principal da cidade, bem como de várias ruas próximas.

O ataque aconteceu por volta das 22h de ontem (horário local, 1h de segunda-feira em Brasília) enquanto o cantor de música country Jason Aldean se apresentava no encerramento do festival.

Segundo testemunhas, nessa hora foram ouvidas longas rajadas de tiros, dados possivelmente com um fuzil semiautomático, que provocaram pânico entre o público e que continuaram inclusive depois que a banda parou de tocar.

Entre os mortos há policiais fora de serviço que assistiam ao show, segundo Lombardo, e se teme que entre os feridos haja mais agentes, porque tinham ido em grupo.

Os feridos foram levados em ambulâncias principalmente para o University Medical Center e para o Sunrise Hospital Medical Center, onde muitos deles se encontram em estado crítico.

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.