Vida Urbana

Após manifestação, agressor de jornalista é indiciado por lesão corporal

Oscar Neto foi agredido e teve seu celular e gravador derrubados.




Oscar Neto foi agredido durante vandalismo em frente a sede da Tv Cabo Branco (Foto: Hévilla Wanderley)

Durante as manifestações contra a prisão de Lula que aconteceram na tarde desta sexta-feira (6), um jornalista da rádio Band News Oscar Neto foi agredido. O jornalista realizou exame de corpo de delito na central de flagrantes. Oscar Neto relatou nas redes sociais que foi cercado por quatro vândalos. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito foi encaminhado ainda na noite da sexta-feira (6) à Central de Flagrantes, no bairro do Geisel, o delegado fez todos os procedimentos e liberou o suspeito.

O jornalista relatou que os manifestantes derrubaram o gravador e o celular que o jornalista usava para trabalhar e deram vários socos nele. Todas as imagens com flagrantes de vandalismo foram entregues à polícia.

Após ter pego o depoimentos das partes e da realização do exame, o delegado de plantão liberou as partes. O agressor foi indiciado pelo crime de lesão corporal e não ficou detido. Segundo o agente de plantão da central de flagrantes, o homem não ficou preso por se tratar de um crime de baixo potencial ofensivo.

Entenda o caso

Manifestantes a favor do ex-presidente Lula deram início a um protesto na tarde desta sexta-feira (6) em frente ao Liceu Paraibano, em João Pessoa. O trânsito em frente à escola foi parado por volta das 16h e, de acordo com a assessora do PT na Paraíba, Iracema Almeida, os manifestantes percorrer algumas ruas do Centro da cidade, em direção ao Ponto de Cem Réis.

Os manifestantes protestaram contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que, de acordo com a determinação do juiz Sérgio Moro, deve se entregar à Polícia Federal até as 17h desta sexta-feira.

Durante a manifestação, um grupo de militantes passou na frente da sede da TV Cabo Branco com carros de som defendendo o ex-presidente. Entre os apoiadores, um grupo de vândalos atirou pedras nas janelas e derrubou o portão da empresa. Muitos funcionários tiveram que ser retirados de seus postos de trabalho, mas ninguém ficou ferido.

Ainda houve registro de agressão a um jornalista da rádio Band News. Eles derrubaram o gravador e o celular que o jornalista usava para trabalhar e deram vários socos nele. Todas as imagens com flagrantes de vandalismo vão ser entregues à polícia.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.