Vida Urbana

Após denúncias de falta de profissionais, Saúde de Campina Grande seleciona médicos para o Isea

Conforme prefeitura, chamamento deve seguir aberto até preenchimento da escala.




Morre bebê de mãe que pode ter sido vítima de negligência médica no Isea (Foto: Leonardo Silva)

A Secretaria de Saúde de Campina Grande lançou nesta quarta-feira (29) um chamamento público para contratar médicos para o Instituto Elpídio de Almeida, a Maternidade do Isea. A contratação acontece após profissionais de saúde da unidade denunciarem diversas irregularidades, como a falta de médicos para fechamento de escalas de plantão.

A seleção de novos profissionais tem como objetivo atender a alta demanda de pacientes na maternidade. Com a pandemia, vários profissionais que compõem o grupo de risco para a Covid-19 foram afastados de suas funções, segundo a Saúde, e portanto, há um déficit no atendimento.

“Estamos realizando essa contratação imediata para atender à demanda crescente da maternidade. Desde o início da pandemia a Secretaria de Saúde tem realizado o chamamento de médicos de todas as especialidades, mas enfrentamos dificuldade para contratar pediatras e neonatologistas”, disse o secretário Felipe Reul.

Conforme a prefeitura, o chamamento visa cadastrar médicos especialistas em pediatria e neonatologia para contratação imediata, conforme surgir necessidade de preenchimento de escala. Os profissionais devem receber salários entre R$ 1.300,00 e R$ 1.500,00 por cada plantão de 12 horas.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.