Vida Urbana

Aplicativo auxilia população a identificar celulares roubados na Paraíba

Ferramenta é gratuita e busca combater comércio ilegal de aparelhos roubados; saiba como usar.




Divulgação

Além do registro do Boletim de Ocorrência em casos de roubo ou furto de celulares, os usuários de aparelhos eletrônicos na Paraíba podem comunicar a perda de seus equipamentos através da internet pelo aplicativo ‘Celular Seguro’.

A ferramenta funciona como uma espécie de banco de dados, a partir do cadastro de aparelhos eletrônicos e permite que o usuário vítima de assalto ou roubo, informe a situação irregular do equipamento. O objetivo é  facilitar o trabalho dos órgãos de segurança em combate a comercialização ilegal de celulares  roubados.  O aplicativo foi lançado em janeiro deste ano e já conta com o cadastro de mais de 1,3 mil aparelhos eletrônicos.

Processo para cadastro

Para fazer o cadastro no sistema, os usuários devem acessar o aplicativo pelo Play Store do celular, baixando o aplicativo Portal da Cidadania do Governo da Paraíba ou visitar o site Portal da Cidadania, disponível também na versão web, pela internet.

Segundo o presidente da CODATA, Krol Jânio, o cadastro no sistema é feito a partir de informações pessoais fornecidas pelo usuário, incluindo, o número de IMEI do aparelho, ou seja, a Identificação Internacional do Equipamento Móvel. “Esse registro é inserido em um banco de dados de segurança do governo e permite à consulta, independente do tempo, através do aplicativo e o portal da cidadania”, disse.

Como funciona?

Em situações de roubo ou furto, o usuário pode acessar o sistema do aplicativo através de outro aparelho  eletrônico ou pelo site do Portal da Cidadania e informar a situação de irregularidade do equipamento. A partir do registro do IMEI  no sistema, fica permitida à consulta do histórico de aparelhos, a partir da inserção de seus dados de identificação, possibilitando o cidadão conhecer se o equipamento é fruto de algum delito ou não.

Já em situações de apreensões de aparelhos roubados, os proprietários vítimas de delitos podem ter seus celulares recuperados, uma vez que os agentes de segurança vão utilizar o sistema para identificar as informações do aparelho.

O aplicativo, no entanto, não realiza o procedimento de rastreamento. “É importante explicar que o dispositivo não faz o rastreamento de celulares roubados. O objetivo principal é identificar aparelhos com irregularidades em combate a comercialização do mercado ilegal, fruto de ações criminosas. O que temos é um banco de dados com informações de segurança em auxílio da população”, concluiu Krol Jânio.

O acesso ao aplicativo para cadastro dos usuários está disponível para aparelhos eletrônicos com sistemas Android e também IOS.

Identificação do IMEI do celular

Uma das formas para descobrir o IMEI do celular é digitando o código *#06# no teclado de números do aparelho *#06# . Já no sistema IOS essa identificação também pode ser localizada nas configurações do sistema, acessando a aba ‘Geral‘, em seguida, na opção ‘Sobre‘ e rolando a tela até o IMEI.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.