Vida Urbana

Ao menos 300 lojas de Campina Grande são notificadas por descumprirem medidas de isolamento

Estabelecimentos descumpriram o decreto municipal que os impede de funcionar durante quarentena.




Foto: Divulgação CDL

Em duas semanas, o Procon de Campina Grande notificou ao menos 300 estabelecimentos que descumpriam as medidas de restrição, impostas pela Prefeitura Municipal para prevenir a disseminação do novo coronavírus na cidade. Os dados foram divulgados pelo órgão nesta sexta-feira (3), e dão conta de notificações feitas desde o último dia 23, quando o prefeito Romero Rodrigues determinou o fechamento de todos os estabelecimentos comerciais da cidade.

As notificações foram feitas em parceria com a Gerência de Vigilância Sanitária, Secretaria de Saúde, Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos  (STTP) de Campina Grande, com o apoio da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Elas têm acontecido em caráter de conscientização da necessidade de isolamento social. Nestas primeiras semanas em que medidas restritivas à circulação de pessoas foram impostas pelo Estado e pelo Município, o Procon esteve nas ruas para orientar as pessoas sobre os riscos de contaminação pelo novo coronavírus em ambientes diversos, como lojas e bares.

Ainda de acordo com o Procon, nesta última semana de Força Tarefa, uma empresa que fabricava álcool em gel de maneira ilegal em Campina Grande foi fechada após denúncia de moradores. O órgão pede para que as pessoas continuem prezando pelo isolamento social e priorizem produtos de higiene cuja procedência seja conhecida. A abertura de estabelecimentos comerciais está proibida em Campina Grande até o próximo dia 13 de abril, conforme decidido nesta sexta-feira (4).

O coordenador do Procon, Rivaldo Rodrigues, lembra que os consumidores devem ficar atentos à irregularidades, como aglomerações e falsificações em produtos de higiene necessários à proteção contra o novo coronavírus. A população pode denunciar essas irregularidades através do disque 151, de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h; pelo WhatsApp (83) 98185-8168, ou ainda pelo aplicativo Procon CG Móvel, disponível em lojas de aplicativos.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.