Vida Urbana

Alunos da rede estadual de ensino da PB não serão reprovados em 2020, diz secretário

Os que apresentarem alguma defasagem vão passar por um reforço escolar em 2021.




Foto: Divulgação

A rede pública estadual de ensino da Paraíba vai seguir a orientação do Conselho Nacional de Educação (CNE) e nenhum aluno deve ser reprovado em 2020, assegurou nesta terça-feira (22) o secretário estadual de educação, Cláudio Furtado, em entrevista à TV Cabo Branco. Ele explicou que os alunos que apresentarem alguma defasagem devido ao ano letivo ter sido cumprido através de atividades remotas vão passar por um reforço escolar em 2021.

O secretário explicou que as atividades e avaliações continuam ocorrendo. O ciclo contínuo, declarado pelo CNE e homologado pelo Conselho Estadual, vai ser implementado para evitar a evasão escolar. “É para que a gente possa olhar para aquele aluno que, por um acaso, tenha desistido, ficado na retenção. Então que possamos trazer ele de volta, fazer reposição, mas evitar a evasão daquele aluno”, explica Cláudio Furtado.

Além disso, para os alunos que estão concluindo do ensino médio e ainda não se sentem totalmente preparados para realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), será oferecido um quarto ano, como uma espécie de cursinho preparatório.

O período letivo da rede estadual de ensino encerra no dia 17 de janeiro de 2021 e o retorno das aulas está previsto para os dias 17 e 18 de fevereiro. No entanto, ainda não informações de como será o modelo de ensino. De acordo com o secretário de educação, o resultado do inquérito sorológico será determinante para a resolução.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.