Vida Urbana

Açude sangra em Taperoá após chuvas na região do Cariri

Nove reservatórios da Paraíba estão sangrando; veja lista.




Sangria do açude foi festejada pela população – Foto: Antônio Carlos/Taperoá

O açude Manoel Marcionilo, localizado no município de Taperoá, no Cariri da Paraíba, voltou a transbordar depois de quase um ano do último registro de sangria, conforme revela os dados de monitoramento hídrico da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa). A sangria aconteceu na manhã da segunda-feira (9), depois das chuvas do último fim de semana na região. Segundo a Aesa, o açude atingiu o volume de 15.148.933 milhões de metros cúbicos de água, o equivalente ao total de 100% de sua capacidade hídrica.

O reservatório é responsável pelo abastecimento de água da população de Taperoá e havia sangrado pela última vez no dia 29 de abril de 2017. A população da cidade registrou o momento da sangria do reservatório e publicou imagens e vídeos nas redes sociais. Antônio Carlos, de 34 anos, comentou que as chuvas trouxeram alegria para cidade. “É um momento de felicidade para todos, apenas quem sofre com a falta de chuvas sabe o que significa um açude cheio. É muita alegria”, ressaltou.

O açude Manoel Marcionilo registrava em janeiro deste ano, segundo a Aesa, o volume de 7.731.187,50 milhões de metros cúbicos de água, pouco mais de 50% de sua capacidade hídrica total.

>>> Após 7 anos de seca, açude sangra e população agradece com orações

Outros reservatórios

Açude de Coremas nesta terça-feira (10) – Foto: José Albertino/Coremas

Além do açude Manoel Marcionilo, em Taperoá, outros oito mananciais estão sangrando na Paraíba: Araçagi, na cidade de Araçagi; Bom Jesus, em Carrapateira; Cachoeira da Vaca, em Cachoeira dos Índios; Cafundó, em Serra Grande; Olho D’água, em Mari; São José I, em São José de Piranhas; Pimenta, em Piancó e Vazante, localizado em Diamante.

O açude Epitácio Pessoa, mais conhecido como Boqueirão, acumula nesta terça-feira (10) o volume de 96.487.561,60 milhões de metros cúbicos de água, o equivalente a 23,44% de sua capacidade total.

Em Coremas,  na região do Sertão do estado,  o manancial ultrapassou o percentual de 13% do volume hídrico e registra nesta terça-feira mais  77,2 milhões de metros cúbicos de água. O  reservatório em janeiro deste ano chegou ao nível 3,97%, acumulando menos de 24 milhões de metros cúbicos de água.

Mais chuvas

Marle Bandeira, meteorologista da Aesa disse que as chuvas devem continuar sobre o estado da Paraíba  durante toda semana. “A previsão indica novas chuvas durante toda semana sobre o estado, no entanto, em pontos localizados”, comentou.

Situação Crítica

Apesar das chuvas em toda Paraíba, nove açudes dos 127 monitorados pela Aesa em todo o estado permanecem com o registro de 0% do volume de água. Ao todo, 32 estão em situação crítica, acumulando menos de 5% de sua capacidade hídrica; 41 com o volume de água abaixo de 20% e outros 45 acima de sua condição hídrica de 20%.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.