Vida Urbana

Academias passam a ser consideradas serviços essenciais em Campina Grande

Lei que institui a essencialidade dos serviços foi publicada no Semanário Municipal nesta quinta (26).




Foto: Divulgação/Procon-JP

A prefeitura de Campina Grande passou a reconhecer academias de ginástica, estúdios de musculação, esportes e artes marciais, tanto de pequeno quanto de grande porte, como serviço essencial à saúde pública na cidade. O reconhecimento foi oficializado por meio de uma lei, publicada no Semanário Municipal de Campina Grande, nesta quinta-feira (26).

Os serviços oferecidos por academias passam a ser considerados essenciais durante “tempos de crise ocasionados por moléstias contagiosas e catástrofes”, segundo descreve a publicação.

A essencialidade estabelecida “abrange todas as manifestações práticas corporais nestes locais orientadas por profissionais habilitados e registrados no Conselho profissional, realizados em ambientes públicos e privados”, continua o documento.

Devido à pandemia do novo coronavírus, os serviços fornecidos pelas academias foram suspensos em Campina Grande, mas desde julho a prefeitura da cidade passou a permitir a abertura dos locais. A lei assinada pelo prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, e publicada nesta quinta (26), entrou em vigor após sua publicação.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.