Sem categoria

TCU condena ex-funcionário da Caixa na PB por desvio de dinheiro

Guilardo Antônio Barros Moreira de Carvalho trabalhava na agência Cabo Branco, localizada no Parque Solón de Lucena, na Capital. Ele terá que pagar R$ 379.808,27.




Da Redação
Com TCU

Um ex-empregado da Caixa Econômica Federal foi condenado, pelo Tribunal de Contas da União (TCU), a pagar R$ 379.808,27 por desvio de dinheiro. Guilardo Antônio Barros Moreira de Carvalho trabalhava na agência Cabo Branco, que fica localizada no Parque Solón de Lucena na Capital. Ele também foi multado em R$ 5 mil.

Segundo relatório, mesmo tendo tomado conhecimento do desaparecimento de dinheiro do caixa, Carvalho não tomou providências para que o dano fosse apurado. Ao contrário, no dia e horário marcados para a conferência, o ex-empregado não compareceu à agência e também não apresentou justificativa.

O responsável também foi multado em R$ 5 mil e tem 15 dias para pagar a multa e o valor da condenação. O TCU ainda declarou o ex-empregado inabilitado, por dois anos, para o exercício de cargo em comissão ou de função de confiança na administração pública.

A cópia do acórdão foi enviada à Procuradoria da República na Paraíba. O ministro Raimundo Carreiro foi o relator do processo. Cabe recurso da decisão.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.