Sem categoria

Julgamento do último acusado do Caso Robson é adiado

O advogado de Gilmar Rodrigues, ex-sargento da Polícia Militar , pediu adiamento do julgamento alegando que o réu passou por uma cirurgia.




Da Redação

O julgamento do último acusado de envolvimento no assassinato do empresário Robson Ferreira foi adiado para a pauta de novembro do primeiro Tribunal do Júri da Capital. Dárcio Glavão, advogado do ex-sargento da Polícia Militar Gilmar Rodrigues, pediu adiamento, alegando que o réu passou por uma cirurgia para extração de uma bala.

Mesmo tendo sido expulso dos quadros da Polícia Militar da Paraíba, Gilmar Rodrigues continua preso no quartel do 5° batalhão da PM no Conjunto Valentina Figueiredo.

O empresário Robson Ferreira foi assassinado a tiros no dia 31 de março de 2007 dentro de seu estabelecimento comercial na avenida Ruy Carneiro, em João Pessoa. Robson foi superintendente da Empresa de Limpeza Urbana da Capital (Emlur) durante a primeira gestão de Cícero Lucena (PSDB) na Prefeitura da cidade.

Já foram julgados e condenados Francisco das Chagas, Gilvan da Silva Gomes, Joé da Silva Oliveira e Arional Vital da Silva. A susposta mandante do crime, a empresária Flor Moita, continua foragida da justiça e, portanto, sem julgamento.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.