Sem categoria

IPC de Campina Grande ficará na Alça Sudoeste

IPC de Campina Grande irá ganhar um nova sede.




O Instituto de Polícia Científica (IPC) de Campina Grande irá ganhar uma nova sede. Na edição de ontem do Diário Oficial do Estado foi publicada a desapropriação de um terreno com cerca de 20 mil metros quadrados, localizado na Alça Sudoeste, que servirá para abrigar as divisões de Medicina Legal, Criminalística e Papiloscopia.

Atualmente, esses três setores funcionam em prédios distintos, sendo o primeiro instalado no bairro de Bodocongó e os outros dois, na Prata.

O diretor geral do IPC na Paraíba, Humberto Pontes, informou que todo o projeto de arquitetura já está pronto e só estão aguardando a licitação para início das obras, mas já adiantou que terão início em janeiro do próximo ano, com prazo de 10 meses para conclusão. “Nossa previsão é que a nova sede seja inaugurada em outubro, pois além da integração dos três setores, vamos ter novos laboratórios e sala de necropsia com equipamentos mais modernos”, disse Humberto.

Márcio Leandro, o diretor do IPC em Campina Grande, afirma que a obra terá investimentos na ordem de R$ 6 milhões e vai trazer agilidade aos processos de investigação. “A população é que vai sair ganhando com essa nova sede, pois vão dispor de um trabalho mais eficiente, pois agora será feito em conjunto e não separado”, disse o diretor.

Dos prédios onde estão as instalações do IPC de Campina Grande, o que apresenta a estrutura física em estado precário é o do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) que, por conta de graves problemas precisou ser subdividido com o aluguel de um outro imóvel onde estão instalados os setores burocráticos e são realizados os exames. Os problemas mais comuns do antigo UML são de rachaduras nas paredes, falhas no piso e invasão de formigas na ala onde os corpos são necropsiados, fatos que levaram à interdição parcial do prédio há cerca de dois anos.

Com a obra, localizada na avenida Deputado Raimundo Asfora, a Secretaria de Segurança Pública espera melhorar o acesso às dependências do IPC.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.