Sem categoria

Com gol de bicicleta, Cristiane classifica a seleção feminina

Atacante marca três vezes de virada e garante a vitória do Brasil contra a Nigéria. Seleção segue para as quartas-de-final como líder do grupo F.



Globoesporte.com
Globoesporte.com
Cristiane mostra seu nome e seu número 11 na camisa da Seleção.

Do Globo Esporte

Artilheira das últimas Olimpíadas e terceira melhor jogadora do mundo em 2007, Cristiane descontou na Nigéria a sua frustração por ter passado as duas primeiras rodadas em branco nos Jogos de 2008. Nesta terça-feira, em Pequim, a atacante marcou três vezes, incluindo um golaço de bicicleta, e deu a vitória ao Brasil por 3 a 1 sobre as nigerianas, de virada. A seleção feminina termina a primeira fase como líder do Grupo F com sete pontos, classificada para as quartas-de-final.

A Alemanha bateu a Coréia do Norte por 1 a 0 e também soma sete, mas perde no saldo de gols. O time de Jorge Barcellos conhecerá seu rival ainda nesta terça. O mais provável é que seja a seleção dos Estados Unidos, que em 2004 ganhou o ouro na final contra o Brasil e depois perdeu para as brasileiras na semifinal da Copa do Mundo de 2007.

O adversário das quartas será o segundo colocado do Grupo G, que tem Noruega (seis pontos), EUA (três), Japão (um) e Nova Zelândia (um). Às 8h45m (de Brasília), as norueguesas encaram as japonesas. No mesmo horário, as americanas pegam as neozelandesas.

Nome da partida em Pequim, Cristiane chegou a chorar quando foi substituída contra a Coréia do Norte. Em Atenas, a atacante marcou quatro vezes e foi uma das artilheiras dos Jogos ao lado da alemã Prinz. Na China, ela não conseguiu balançar a rede contra Alemanha (0 a 0) e Coréia (2 a 1).

Confira como está a tabela de classificação do torneio feminino

Apesar da boa vitória, a seleção não fez uma grande partida. Barcellos poupou Formiga, com dor na virilha, e escalou Ester. O técnico mudou também a goleira: saiu Andréia Suntaque e entrou Bárbara. No primeiro tempo, a Nigéria conseguiu assustar o Brasil algumas vezes, mas a boa atuação de Cristiane evitou o pior. A camisa 11 e Marta ficaram muito isoladas no ataque, sem conseguir aproveitar a maioria dos chutões da defesa para a frente. A melhor jogadora do mundo pouco apareceu em campo.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.