Política

TRE cassa cinco vereadores na Paraíba

Vereadores de Matinhas, Soledade e Juazeirinho perderam o mandato por infidelidade partidária.




Da Redação
Com informações da assessoria-TRE-PB

Nesta segunda-feira (16), o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) cassou mais cinco vereadores por infidelidade partidária, desta vez nos municípios de Matinhas, Soledade e Juazeirinho.

Em Matinhas, deixam de exercer o cargo Joildo Cordeiro de Souza e João Antônio Bezerra, que saíram do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e migraram para o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) sob a alegação de divergências políticas e receio de que não teriam legenda para disputar o próximo pleito.

As justificativas não foram acolhidas pela Corte, que votou, por unanimidade, pela perda do mandato dos vereadores. Com a medida, devem ser empossados os representantes do PMDB que estiverem na vez em até dez dias após a publicação do acórdão.

Já em Soledade, o mandato dos vereadores Lusia Souto da Costa e Robson José de Souto Cordeiro foi cassado pela Corte Eleitoral. Eles foram eleitos pelo Partido Progressista (PP) e, ar sair do partido, alegaram mudança radical do programa partidário no município e grave discriminação pessoal.

Após eleitos, Lusia e Robson passaram a apoiar o atual prefeito, que pertence a agremiação adversária. “Não foi o PP que mudou de ideologia, e sim os requeridos”, declarou o relator Renan Neves. A Câmara Municipal de Soledade deve ser comunicada para que os suplentes do PP assumam as vagas de vereadores.

No município de Juazeirinho, perdeu o mandato o vereador Adalto Alves de Brito, que trocou o PMDB pelo PSDB no prazo vedado pela Justiça Eleitoral.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.