Política

Tovar quer que MPPB investigue uso da máquina pública para evento de Lula

Inauguração Popular da Transposição foi mote dos debates na Assembleia. 



Roberto Guedes/ALPB
Roberto Guedes/ALPB

O evento realizado no último domingo (19), em Monteiro, no Cariri paraibano, com as presenças dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, organizado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), foi o mote dos debates nesta terça-feira (21) na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). O líder da oposição, Tovar Correia Lima (PSDB), usou a tribuna para provocar o líder governista, Hervázio Bezerra (PSDB), para que ele respondesse de onde veio o dinheiro para a realização do evento, chamado de “Inauguração Popular da Transposição do Rio São Francisco”.

O tucano acusou Ricardo Coutinho de usar o aparato governamental para ir a Monteiro e disse que vai solicitar ao Ministério Público que investigue para saber se houve algum tipo de uso irregular de recursos públicos, como o fretamento de ônibus e carros fretados, aluguel de equipamentos de som, estrutura de palco, tendas, segurança privada, serviços de cerimonial e locução. 

Tovar lembrou que a grande estrutura chamou atenção não só dos paraibanos, mas também foi alvo de questionamentos da imprensa nacional. “Eu, na verdade, não quero crer que o evento de cunho partidário tenha sido financiado com recursos públicos, como foi suscitado por jornalistas e analistas políticos da Paraíba e de fora dela”, disse.

>>> Partidários de Ricardo exibem documento no qual ele proíbe gastos com evento em Monteiro

O líder da base de sustentação do governo não soube explicar a origem dos recursos para a realização do ato político. Para Hervázio, os adversários estão incomodados com a grandiosidade do evento. “Quem conhece Ricardo Coutinho sabe que ele não paga um evento daquele tamanho nem para ele mesmo. Nós vimos cidadãos indo de bicicleta, trabalhadores rurais que fretaram ônibus. Foi o maior evento que a Paraíba já viu e isso está incomodando a oposição. Isso é mínimo", resumiu. 

 
 
 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.